segunda-feira, 30 de abril de 2012

Crítica| Review: "Nate Rocks the Boat", Karen Pokras Toz


Sinopse
Com o quarto ano finalmente a chegar ao fim, Nathan Rockledge - de 10 anos - ansiosa por umas divertidas e relaxantes de verão em casa, com os seus amigos. Isto é, até a sua mãe decidir que tem que ir para o acampamento com a chata da sua irmã mais velha. Quando o seu melhor amigo, Tommy, decide ir também, Nathan acha que talvez o verão não seja assim tão mau. A juntar a isso, vai estar afastado dos cozinhados terríveis da mãe por mais de seis semanas.
Entre as competições da Color War, um conselheiro esquisito e um valentão chamado “No Neck”, Nathan volta-se para o seu fiel bloco de notas e transforma-se em Nate Rocks: um rapaz de 10 anos extraordinário. Com a sua lancha pronta para a ação, Nate salva novamente o dia dos perigos de inundações, cobras, fantasmas, e até mesmo dos criminosos mais procurados.
Junte-se a Nathan, Tommy, Abby, e a todo um novo elenco de personagens enquanto Nate Rocks mais uma vez prova que nada pode detê-lo neste segundo livro da série Nate Rocks.


Blurb
With fourth grade finally winding down, 10-year-old Nathan Rockledge is looking forward to a fun and relaxing summer at home with his friends. That is, until his mom decides he has to go to overnight camp with his annoying older sister.  When his best friend Tommy decides to tag along, Nathan thinks maybe his summer won’t actually be so bad. After all, he does get to be away from his mom's awful cooking for an entire six weeks.
Amongst Color War competitions, a flaky counselor, and a bully named "No-Neck,” Nathan turns to his trusty sketchpad, transforming himself into Nate Rocks: 10-year-old extraordinaire. His speedboat ready for action, Nate saves the day time and again from the perils of floods, snakes, ghosts, and even the most wanted criminals.
Join Nathan, Tommy, Abby, and a whole new cast of characters as Nate Rocks once again proves nothing can hold him back in this second book of the Nate Rocks series.




Crítica
Acabei de ler “Nate Rocks the Boat” a 10 de Março de 2012 (pois, antes de ser colocado à venda. Fiz batota, lol!) e atribuo-lhe 4 estrelas.
O que posso dizer? O Nate conseguiu outra vez! Mais uma vez, Nate provou que não importa o tamanho, mas o que conseguimos fazer quando nos empenhamos. A sua imaginação fértil serve-lhe certamente de inspiração.
A autora continua a apresentar-nos o mundo do ponto de vista de uma criança de 10 anos, de uma forma muito bem conseguida. Tal não deixa de ser interessante, pois dá-nos igualmente oportunidade de voltar atrás no tempo e recordarmos situações similares. Quem não pegava num acontecimento, tornava-o miticamente problemático e depois criava soluções fantásticas? Esta é a essência de Nathan. E quanto ao herói que virá salvar o dia, não há dúvidas quanto a quem será. E porquê? Ora, porque é o grande Nate Rocks! Agora é só esperar pela próxima aventura.

Review
I finished reading "Nate Rocks the Boat" on March 10, 2012 - yep, before coming out for sale. I cheated, lol! I rate it 4 stars.
What can I say? Nate has done it again! One more time, Nate proved that it doesn’t matter your size, but what you can do when you are committed to it. His imagination certainly inspires him.
The author continues to show us the world from the viewpoint of a ten-year-old child, in a very well done way. This is interesting, because it gives us also the opportunity to go back in time and recall similar situations. Who would not pick an event, turn ​​it into a mythically problem and then come up fantastic solutions? This is the essence of Nathan. And as for the hero who will save the day, there are no doubts. And why? Why because is Nate Rocks! Now we just have to wait for the next adventure.


domingo, 29 de abril de 2012

Entrevista| Interview: Donna Brown

A viver em Yourshire (Reino Unido), Donna Brown começou por escrever poesia, mas nos últimos anos trocou-a por contos. “Double-Take Tales” é o seu primeiro livro a ser publicado. Conheça Donna Brown e o seu trabalho nesta breve entrevista.

Olá, Donna! Pode falar-nos um pouco sobre si?
Vivo em Yorkshire, no Reino Unido, com meu marido, Dave, e os nossos seis gatos. Trabalho como publicitária, mas também administro “The Indie Exchange”, um grupo no Facebook com um site externo projetado para ser um hub para unir leitores, autores e bloggers.

Quando começou a escrever?
Escrevo desde a infância, principalmente poesia. Somente nos últimos anos mudei para contos.

O que escreveu até agora?
Double-Take Tales é o meu primeiro trabalho publicado. Tenho outras histórias e numerosos poemas não publicados. Ainda me estou a acostumar à ideia de que as pessoas parecem gostar do meu trabalho!

Falemos sobre "Double-Take Tales”. De onde tirou as ideias para as histórias?
Tenho que admitir que, às vezes, sou uma escritora muito aleatória e desordenada. Não traço o elenco e não costumo manter notas. Realmente não me lembro onde fui buscar as ideias, embora me lembre de escrever os contos. Isso é um pouco preocupante - às vezes sinto que sou muito descuidada com as memórias. Parece-me que as jogo fora imprudentemente!

Porque incluiu três contos no mesmo livro?
Queria que fosse agradável para as pessoas - algo que pudessem desfrutar numa viagem curta ou numa pausa para o almoço, mas algo mais do que meros cinco minutos de leitura. Também me pareceu que encaixavam muito bem, apesar de terem personagens e cenários diferentes.

A minha história favorita dentro do livro foi "Poison". Onde foi buscar a inspiração para a escrever?
Vivi com alguém que trabalhou num laboratório de alimentos e que sabia muito sobre alergias. Não me lembro exatamente como a semente foi plantada, mas sei que a trabalhei bem ao longo da história. Embora não achassem que os dados eram totalmente precisos, senti que poderia safar-me com uma ou duas pequenas liberdades!

O que dizem as pessoas sobre seus livros em geral?
Fiquei atordoada com o feedback até agora. As pessoas parecem ter realmente gostado delas e, principalmente, têm-me dito para escrever mais!

Está a trabalhar em alguma coisa?
Tenho uma ideia na calha - uma novela chamada Harry Schmidt (título provisório). É um conto muito diferente, uma história de amor entre dois personagens socialmente desajeitados. Já escrevi um conto, mas senti que a história não foi totalmente contada. Foi ideia do meu marido adaptá-la para uma novela e explorar as vidas das personagens e as histórias mais plenamente.

Onde podem os leitores encontrá-la?

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Opinião| Review: "Double-take Tales", Donna Brown

SINOPSE
Três contos obscuros e sarcásticos que o deixarão à esperar do inesperado. Em "Poison", uma mulher abusada psicologicamente descobre que a alergia do marido a nozes pode ser a solução para todos os seus problemas. Em "Round Trip", uma nota de cinco libras passa por mãos desesperadas, mãos gananciosas e mãos cansadas, antes de completar o círculo... acompanhado por uma grande surpresa. Em "C'est La Vie", a polícia investiga um assassinato sob o olhar atento de alguém desconfortavelmente relacionado com tal morte.

BLURB
Three dark, sardonic short stories that will have you expecting the unexpected. In "Poison," a psychologically abused wife discovers that her husband's nut allergy may be the solution to all her problems. In "Round Trip," a five pound note passes through desperate hands, greedy hands and tired hands before coming full circle…accompanied by a big surprise. In "C'est La Vie," the police bungle a murder investigation under the watchful eye of someone uncomfortably close to the killing.



CRÍTICA
Foi lido a 25 de Março de 2012 e dou-lhe 4 estrelas.
“Double-Take Tales” divide-se em três histórias: “Round Trip”, “Poison” e “C’est la vie”. A minha preferida foi a segunda. A personagem acabou por ter o que queria e sem ser ela a ter que fazê-lo. Normalmente, no final as más ações acabam por ser cobradas às personagens, porém esta safou-se. Foi uma reviravolta interessante.
Também gostei do estilo de escrita da autora. Vou tentar descobrir se tem algo mais extenso e que seja do meu interesse para ler.

REVIEW
It was read on March 25, 2012 and I rate it 4 stars.
"Double-Take Tales" is divided into three stories: "Round Trip", "Poison" and "C'est la vie." My favorite was the second one. The character ended up having what she wanted, without having to do it herself. Typically, in the end the evil deeds eventually come after the characters, but this one got away. It was an interesting twist.
I also liked the writing style of the author. I'll try to find out if she wrote something more extensive within my interest to read.


quinta-feira, 26 de abril de 2012

3,2,1... “Nate Rocks the Boat”!

                                                                         
Faltam cinco dias para o lançamento do livro “Nate Rocks the Boat”. Escrito por Karen Pokras Toz, este é o segundo volume da série Nate Rocks.
Destaco este livro antes mesmo de ter saído, atendendo ao facto de que fui convidada pela autora a lê-lo antecipadamente, de modo a que a minha opinião pudesse constar da contra-capa. E foi o que aconteceu! Segue-se mais abaixo a foto da contra-capa. E já sabem: fiquem atentos, porque a segunda aventura de Nate está quase aí!


In five days the book "Nate Rocks the Boat" will be released. Written by Karen Pokras Toz, this is the second volume of the series Nate Rocks.
I highlight this book even before it has come out given the fact that the author invited me to read it in advance, so that my opinion could appear on the back cover. And that's what happened! Just check the back cover photo below. And don’t forget: stay tuned, because the second adventure Nate is almost here!





Sinopse
Com o quarto ano finalmente a chegar ao fim, Nathan Rockledge - de 10 anos - ansiosa por umas divertidas e relaxantes de verão em casa, com os seus amigos. Isto é, até a sua mãe decidir que tem que ir para o acampamento com a chata da sua irmã mais velha. Quando o seu melhor amigo, Tommy, decide ir também, Nathan acha que talvez o verão não seja assim tão mau. A juntar a isso, vai estar afastado dos cozinhados terríveis da mãe por mais de seis semanas.
Entre as competições da Color War, um conselheiro esquisito e um valentão chamado “No Neck”, Nathan volta-se para o seu fiel bloco de notas e transforma-se em Nate Rocks: um rapaz de 10 anos extraordinário. Com a sua lancha pronta para a ação, Nate salva novamente o dia dos perigos de inundações, cobras, fantasmas, e até mesmo dos criminosos mais procurados.
Junte-se a Nathan, Tommy, Abby, e a todo um novo elenco de personagens enquanto Nate Rocks mais uma vez prova que nada pode detê-lo neste segundo livro da série Nate Rocks.


Blurb
With fourth grade finally winding down, 10-year-old Nathan Rockledge is looking forward to a fun and relaxing summer at home with his friends. That is, until his mom decides he has to go to overnight camp with his annoying older sister.  When his best friend Tommy decides to tag along, Nathan thinks maybe his summer won’t actually be so bad. After all, he does get to be away from his mom's awful cooking for an entire six weeks.
Amongst Color War competitions, a flaky counselor, and a bully named "No-Neck,” Nathan turns to his trusty sketchpad, transforming himself into Nate Rocks: 10-year-old extraordinaire. His speedboat ready for action, Nate saves the day time and again from the perils of floods, snakes, ghosts, and even the most wanted criminals.
Join Nathan, Tommy, Abby, and a whole new cast of characters as Nate Rocks once again proves nothing can hold him back in this second book of the Nate Rocks series.



PARA SABER MAIS SOBRE A SÉRIE NATE ROCKS:
TO LEARN MORE ABOUT THE NATE ROCKS SERIES:
Website:  www.karentoz.com
Amazon:
Barnes & Noble:


quarta-feira, 25 de abril de 2012

3Capas| 3Covers


Hoje é um dia especial em Portugal: comemora-se o 38º aniversário da Revolução dos Cravos. Por essa razão, e para assinalar a efeméride, as 3 Capas desta quarta-feira correspondem a livros que abordam este assunto.
Não se esqueçam que continuo à espera que me enviem para
rutecanhoto1@gmail.com as vossas três capas de livros preferidas!


Today is a special day in Portugal: we are celebrating the 38th anniversary of the Revolution of the Carnations. For that reason, and to mark the date, this Wednesday's 3 Covers match books that talk about this issue.
Don't forget that I'm still waiting for you to send me your three favorite book covers to rutecanhoto1@gmail.com!






terça-feira, 24 de abril de 2012

82ª Feira do Livro de Lisboa| 82th Lisbon Book Fair


A 82ª edição da Feira do Livro de Lisboa arranca hoje no Parque Eduardo VII e prolonga-se até dia 13 de Maio.
O certame, cujo tema em destaque este ano se prende com a lusofonia, conta com 206 pavilhões indiferenciados, totalizando a participação de 112 entidades. O evento combina a venda de livros com a apresentação de novas apostas literárias, debates e sessões de autógrafos. Em paralelo, há animação que vai desde dança ao canto.
A feira vai funcionar de segunda a quinta-feira das 12h30 às 23h, e à sexta-feira do meio-dia às 24h. Em relação ao fim de semana, os interessados em visitar a feira ao sábado podem fazê-lo das 11h às 24h; se optar pelo domingo, o horário de funcionamento vai ser entre as 11h e as 23h.
Boas compras!

Para mais informações, visite o site http://feiradolivrodelisboa.pt/ 




The 82nd edition of Lisbon Book Fair starts today in Parque Eduardo VII and lasts until May 13.
The fair, whose theme highlighted this year is related to the Lusophony, has 206 undifferentiated pavilions with the total participation of 112 entities. The event combines the sale of books with the presentation of new literary bets, debates, and book signings. In parallel, there’s entertainment that goes from dancing to singing.
The fair will be open from Monday to Thursday, from 12h30 to 23h; and Friday from noon to mid-night. Regarding weekends, those interested in visiting the fair on Saturday can do so from 11h to 24h; if you opt for Sunday, the opening hours will be between 11h and 23h.
Happy shopping!

For more information, please visit the website http://feiradolivrodelisboa.pt/

Alcácer do Sal recebe Final Distrital do Concurso Nacional de Leitura


NOTA DE IMPRENSA DA CÂMARA MUNICIPAL DE ALCÁCER DO SAL

«A Biblioteca Municipal de Alcácer do Sal foi, mais uma vez, escolhida para organizar a final distrital do Concurso Nacional de Leitura, que tem lugar já no próximo dia 26 de abril, quinta-feira, no Auditório Municipal de Alcácer do Sal. Nesta fase participam 22 escolas de todo o distrito de Setúbal, representadas 89 jovens alunos do 3º Ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário.

Como princípio geral orientador do Concurso Nacional de Leitura está o prazer de ler, pretendendo-se estimular nos concorrentes o gosto pela leitura e o contacto com os livros.

Na prova serão avaliados os conhecimentos dos concorrentes sobre as seguintes obras selecionadas: 3º Ciclo - “O mistério da estrada de Sintra” de Eça de Queiroz e Ramalho Ortigão”, “O velho e o mar”, de Ernest Hermingway; Ensino Secundário - ”O belo adormecido” de Lídia Jorge e “O leitor” de Bernard Schlink.

O concurso é composto por uma fase preliminar de eliminatórias nas escolas, a que se seguem as finais distritais, como a que se realiza em Alcácer do Sal. As provas são repartidas em duas categorias: alunos do 3º Ciclo do Ensino Básico (7º, 8º e 9º anos de escolaridade) e Ensino Secundário (10º, 11º e 12º anos de escolaridade). No auditório municipal os alunos são submetidos a uma prova escrita que ditará os 12 que passarão à prova oral de argumentação e de leitura expressiva.

A chegada e a receção dos alunos estão previstas a partir das 13h. A prova escrita tem início às 14h. Segue-se um lanche, a entrega dos certificados de presença e a comunicação dos concorrentes apurados para a prova oral, que começa às 16h30 e tem entrada livre. A entrega dos prémios, que incluem um cheque em livros ou materiais audiovisuais, oferta da Câmara Municipal de Alcácer do Sal para os seis finalistas (três de cada grau de ensino), está prevista para as 18h.

O Concurso Nacional de Leitura é uma iniciativa do Plano Nacional de Leitura – em articulação com a RTP, com a DGLB /Ministério da Cultura, da rede das Bibliotecas Escolares e Rede Nacional de Bibliotecas Públicas.»

segunda-feira, 23 de abril de 2012


Feliz Dia Mundial do Livro!


Happy Book's World Day!

Compra de Abril | April Purchase


A minha compra do mês de Abril é o livro "Sangue Ardente", de Charlaine Harris. Sigo esta série há algum tempo e tenciono acompanhá-la até ao final. Já comecei a ler este volume e, até agora, estou a gostar. Mal posso esperar por chegar ao fim e descobrir que surpresas reserva =)
Esta compra foi feita no sábado passado no meu sítio preferido para comprar livros: o Continente do Rio Sul Shopping, no Seixal. Já visitei vários Continentes e este é o meu favorito, dado que tem uma ampla área dedicada à literatura, munida das últimas novidades. E os preços? São do melhor! A menos que estejam a decorrer promoções especiais noutras lojas, consigo poupar um euro ou dois. Por exemplo, o meu marido comprou-me o livro "Desejar", de Carrie Jones na FNAC do Fórum Almaada a 16€; no Continente do Rio Sul, o mesmo custava 14,95€. Em tempos de crise, poupança é poupança e cada tostão conta. Resumindo: gosto de comprar os meus livros aqui, lol! E vocês, onde compram os vossos?




My purchase of the month of April is the book "Dead Reckoning", by Charlaine Harris. I follow this series for some time and I intend to follow it until the end. I've started to read this volume and so far I'm enjoying it. I can't wait to get to the end and find out the surprises it holds =)
This purchase was made last Saturday in my favorite place to buy books: the supermarket called 'Continente' in Rio Sul Shopping, in the city of Seixal (Portugal). I have visited other supermarkets and this is my favorite, because it has a large area devoted to literature and it provides the latest news. And the prices? They are the best! Unless special promotions are underway in other stores, I can save a euro or two. For example, my husband bought me the book "Need", by Carrie Jones, at FNAC in Forum Almaada and paid 16 euros for it; in the 'Continente' of Rio Sul Shopping, it costes 14.95€. In times of crisis, saving is saving and every penny counts. In short: I like to buy my books here, lol! And you, where do you purchase your books?

domingo, 22 de abril de 2012

Opinião| Review: “The Journey of the Unknown Path”, Manhardeep Singh Ahluwalia


SINOPSE
A vida é uma viagem desconhecida e misteriosa, que nos oferece diversas experiências. São elas que moldam as nossas personalidades e perspetivas de vida. No curso da vida, as nossas experiências podem ser boas ou más. Embora as boas nos dêem uma sensação de conforto, são as 'más' que nos ensinam verdades sobre a vida. Alguns de nós tornam-se fortes depois de enfrentar as ditas 'más' experiências, enquanto outros simplesmente desistem.
O autor descreveu belamente a jornada de Rama por uma floresta escura e desconhecida, e a jornada Michel através de um túnel escuro e insondado. O que irá Rama aprender na sua viagem? Como lidará com as suas experiências? E Michel? The Journey of the Unknown Path narra as suas experiências fascinantes.
"Ser-lhe-á dado o que é preciso na hora certa na sua jornada e sem que se aperceba disso..."

BLURB
Life is an unknown, mysterious journey that offers us diverse experiences. These experiences mold our personalities and our outlook to life. In the course of life, our experiences can be good or bad. While good experiences give us a sense of comfort, it is the ‘bad’ experiences that truly teach us truths about life. Some of us become strong after facing such ‘bad’ experiences while others simply give up.
The author has beautifully described Rama’s journey through a dark, unknown forest and Michel’s journey through a dark, unknown tunnel. What does Rama learn from his journey? How does he deal with his experiences? What about Michel? The Journey of the Unknown Path narrates their fascinating experiences.
“You will be given what you need at the right time on your journey without you knowing about it...”





CRÍTICA
Li este conto a 18 de Março de 2012. Dou-lhe 3 estrelas.
Em primeiro lugar, congratulo o autor pelos sábios ensinamentos que tentou transmitir, apelando sempre ao lado positivo das coisas. Gostei da história, embora tenha achado as notas do autor no meio do texto um pouco estranhas. Creio que serviam para reforçar a sua mensagem, para que nada se perdesse nem houvesse mal-entendidos. Acabei por me acostumar a elas.
Ao ler este conto, não pude deixar de pensar que o conhecido livro “O Segredo” (de que tanto se ouve falar) talvez seja assim, embora sem a parte “colorida” relacionada com as personagens. Só descobrirei se o ler, lol! Vou ter que o adicionar à minha lista.
Por norma, não costumo gostar muito de histórias curtas, mas se dependesse de mim, encurtava esta ainda mais, pois senti-me ensonada quando terminei. Compreendo o paralelismo que o autor pretende apontar com as duas fases do conto, mas se se tivesse ficado pela primeira, o sentido não se perderia.

REVIEW
I read this short story on March 18, 2012. I rate it 3 stars.
Firstly, I congratulate the author by the wise teachings he tried to convey, appealing always to the positive side of things. I enjoyed the story, although I thought the author notes in the text were a little strange. I think they were there to reinforce his message, so that nothing was lost or misunderstood. Eventually I got used to them.
While reading this story, I couldn’t help thinking that the famous book "The Secret" (that we heard so much about) may be like this, although without the "colored" part related to the characters. I guess I’ll have to read it to find out, lol! I have to add it to my list.
As a rule, usually I’m not  very fond of short stories. But if it were up to me, I’d shortened this even more, because I was sleepy when I finished. I understand the parallels that the author wants to point with the two phases of the tale, but if he had stick to the first, the meaning would not be lost.

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Opinião| Review: “Battles of the Heart”, Beth Wright


SINOPSE
Os Vollians parecem ser sexys, giros, ligeiramente desprovidos de mulheres para os guerreiros. Não se deixe enganar, pois não são o que parecem. Veja, aprenda e desfrute enquanto os seres humanos exploram este novo mundo. O que lhes irá acontecer? Irão estes guerreiros eróticos trazer alegria ou dor às suas vidas? Como poderão os seres humanos sobreviver aos perigos deste mundo selvagem?

BLURB
Vollians appear to be sexy, hot, slightly buffed warrior women. Do not be mislead for they are not as they appear. Watch, learn, and enjoy as humans explore this new world. What will happen to them? Will these erotic warriors bring joy or pain to their lives? How will the humans survive the dangers of this untamed world?




CRÍTICA
Mais uma lida no dia da maratona das histórias curtas: 18 de Março de 2012. A esta atribuo-lhe 2 estrelas.
Várias razões me levam a dar esta classificação. Uma delas é a confusão de dados. Muitas vezes não compreendi a mudança de cenário, nem como se tinha chegado a isso. Os eventos não estão bem encadeados.
Outro aspeto que merecia mais trabalho é a edição. Cheguei a perguntar-me se este trabalho seria uma tradução ou um texto com muito por corrigir.
A história terminou com uma batalha, indicando que haverá continuidade. Contudo, não tenciono ler a sequela.


REVIEW
Another one read on the marathon day of short stories: March 18, 2012. I rate this one two stars.
Several reasons lead me to give this classification. One is the confusion of data. I often didn’t understand the change of scenery, nor how we had come to that. The events are not well linked.
Another aspect that deserves more work is editing. I even wonder if this work would be a translation or a text with a lot to fix.
The story ended with a battle, indicating that there is continuity. However, I don’t intend to read the sequel.

Link: http://www.goodreads.com/review/show/297317845

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Opinião| Review: “A Hint of Murder – The Writer”, Lia Fairchild


SINOPSE
Alicia Fairfield não planeou ser famosa. Agora, autora de um best-seller com milhões de fãs, Alicia tem também a atenção de um assassino. Alguém tem vindo a recriar os assassinatos dos seus livros e os suspeitos vão-se acumulando. O seu filho mentalmente doente, um associado descontente e, possivelmente, até mesmo o seu leal agente literário. A pressão do reconhecimento público juntamente com a culpa por estes assassinatos sem sentido poderia ser o suficiente para conduzir Alicia ao limite. Conseguirá ela aguentar-se o tempo suficiente até se descobrir o assassino? Esta é uma história curta (9.000 palavras), e é a primeira de uma nova série assassinatos misteriosos.

BLURB
Alicia Fairfield didn’t plan on being famous. Now a bestselling author with millions of fans, Alicia also has the attention of a killer. Someone has been recreating the murders from her books and the suspects are piling up; her mentally ill son, a disgruntled associate, and possibly even her loyal literary agent. The pressure of public recognition along with the guilt over these senseless killings could be enough to drive Alicia over the edge. Can she hold it together long enough to uncover a killer? This is a short story (9,000 words), and is the first in a new murder mystery series.



CRÍTICA
“A Hint of Murder – The Writer” foi lido a 18 de Março de 2012 e atribuo-lhe 4 estrelas.
Trata-se de uma história pequena, bem conseguida. Gostei da reviravolta quanto ao autor dos assassinatos e da razão que o levou a isso. Confesso que desconfiei, mas face à apresentação de cenários tão variados, duvidei da minha opinião. Afinal confirmou-se como correta. O final sombrio também me agradou.
Pergunto-me se as outras histórias da coleção são narrativas distintas, ou se alguma será a continuação desta. Gostava de ler uma sequela.

REVIEW
"A Hint of Murder - The Writer" was read on March 18, 2012, and I rate it 4 stars.This is a well-done short story. I liked the twist as to the authorship of the murders and the reason that led to them. I confess I suspected, but given the presentation of so many scenarios, I doubted my opinion. It turned out I was right. The dark final also pleased me.
I wonder if the other stories in the collection are distinct narratives, or if there will be a continuation of this. I’d like to read a sequel.

Press Release das Publicações Europa-América

«FEIRA DO LIVRO DE LISBOA
De 24 Abril a 13 de Maio


Como é habitual, as Publicações Europa-América marcam presença na  82.ª edição da Feira do Livro de Lisboa que decorre, entre 24 de Abril a 13 de Maio, no Parque Eduardo VII. No certame estarão em destaque novidades editoriais na área da ficção e não ficção, bem como diversos títulos de fundo editorial e autores de referência.

Com a estreia do filme O Hobbit, o livro homónimo e restante obra de J. R. R. Tolkien, estará em grande destaque nesta edição da feira. Uma boa oportunidade para começar a ler a jornada fantástica de Bilbo Baggins e seus companheiros.


Na área da literatura contemporânea destacam-se os livros Laços que nos Unem, de Linda Gillard; Inocente, de Scott Turow, Uma Ponta de Verdade, de Jeffrey Archer ou Viver o Sonho, de Josephine Cox, entre outros.

Já nos clássicos as grandes apostas são Ema e Sensibilidade e Bom Senso, de Jane Austen; Ana Karenina, de Leão Tolstoi ou A Paixão de Jane Eyre, de Charlotte Bronte, entre outros.

Os amantes de thrillers e policiais poderão deliciar-se com o novo livro de Robin Cook, Cura; Ex-Machina, de Robert Finn, O Vizinho, de Lisa Gardner ou Pele, de Mo Hayder, entre outros autores conceituados na área do suspense.
Na área da não-ficção Toda a Verdade sobre o Clube Bilderberg e Os Senhores da Sombra de Daniel Estulin serão dois livros indispensáveis para levar na bagagem; enquanto o ensaio de Antoine Vitkine, Mein Kampf - História de um Livro, ajudá-lo-á a compreender melhor quem foi Hitler.

Para além dos livros do dia (com 40% de desconto), a promoção 3=5 (compra três livros e leva de oferta os dois de menor valor), o visitante poderá aproveitar a Hora H, a decorrer na última hora da feira, e comprar livros com mais de 18 meses, por metade do preço (50% de desconto).

Para saber mais informações visitem a nossa loja online em
www.europa-america.pt.

quarta-feira, 18 de abril de 2012

3Capas| 3Covers


Esta quarta-feira, a escolha das três capas de livros pertence a Mafalda Férias. Eis a capas de que ela mais gosta:


This Wednesday, the choice of the three book covers was up to Mafalda Férias. Here are the covers she likes the most:






segunda-feira, 16 de abril de 2012

Entrevista| Interview: Maranda Russel




“In Memory of Dad” é um conto escrito por Maranda Russel que fala sobre perda e dor. É uma mensagem ‘de esperança face a uma grande perda’ como a própria autora descreve. Saiba mais sobre esta história e Maranda Russel nesta entrevista.

O que a levou a escrever "In Memory of Dad"?
A principal razão por que escrevi "In Memory of Dad" é simplesmente porque queria criar uma história reconfortante e de incentivo para crianças e pré-adolescentes que passem pela perda de um pai em tenra idade. Perdi o meu pai quando tinha 12 anos e isso teve um impacto profundo na minha vida. Queria que os jovens soubessem que é possível sarar tal ferida, embora nunca se esqueça ou pare de pensar na pessoa que se perdeu. Também queria que soubessem que não há problema em fazer o luto.

Qual é a principal mensagem que tenta passar com este conto?
A principal mensagem é simplesmente de esperança face a uma grande perda. Quero que saibam que podem demorar o tempo necessário a fazer o luto, mas que também não há problema em seguir em frente e aproveitar a vida mesmo sentindo a falta de alguém.

Que feedback recebeu sobre “In Memory of Dad”?
Até agora encontrou uma boa receção. A maioria das pessoas consegue lembrar-se de sofrer algum tipo de perda em criança, fosse um pai, avô, irmão, amigo ou animal de estimação. A morte de alguém que amamos é um ponto de viragem importante que todos nós enfrentamos num momento ou noutro, por isso é algo com que praticamente todos se conseguem relacionar.

Escreveu outras histórias?
Eu tenho um outro ebook intitulado "Weezie, the Elephant with Allergies", que é uma história sobre aceitação e adoção. Esta história toca-me particularmente, dado que sou mãe de acolhimento/ adotiva. Também tenho um livro de fotos chamado "Ode to Icky" que foi lançado pela Mirror Publishing no ano passado. Está disponível em papel e para Kindle. "Ode to Icky" é uma história engraçada e alegre sobre um gato fedorento, esquemas infantis e consequências. Todos os meus livros estão disponíveis na Amazon, B&N e muitos outros retalhistas, basta procurá-los!

Quais são seus planos enquanto escritora?
A minha ambição é escrever e publicar livros infantis de qualidade e compartilhá-los com todas as crianças. Já assinei contrato com editoras para mais três livros de fotos que serão lançados nos próximos anos, por isso sinto que a minha carreira de escritora está realmente a começar. Tenho participado num bom número de eventos na minha região para promover "Ode to Icky" e espero chegar a outros estados em breve, por isso talvez visite uma cidade perto de vocês algum dia!

Onde podem as pessoas seguir o seu trabalho?
O meu blog/website de autor: http://www.marandarussell.com/