domingo, 30 de setembro de 2012

Livros&Blogues| Books&Blogs


Nome: Tertúlias à Lareira
Administradora: Margarida Rodrigues



ENTREVISTA A MARGARIDA

OLÁ! QUANDO NASCEU O TEU BLOGUE?
O meu blogue nasceu dia 1 de fevereiro deste ano (2012), pelo que é bastante recente.

QUE RAZÕES TE LEVARAM A CRIÁ-LO?
Já há uns meses, talvez um ano, que seguia diversos blogues deste género, como o refugio dos livros e O Tempo Entre os Meus Livros, por exemplo. Eu gosto imenso de ler, desde pequena, e achei que seria interessante partilhar com quem quisesse as minhas leituras e as minhas opiniões, e daí ter criado o blogue. Como também gosto de escrever, acabei por criar algumas "rubricas" que não são só de literatura, mas porque adoro escrever sobre outros gostos pessoais:)

O QUE PODEM OS VISITANTES ENCONTRAR NO BLOGUE?
Bem, eu tento ter um post diário, o que significa que tenho algumas rubricas semanais. Assim, à segunda-feira dou a "saborear" uma receita, em parceria com uma colega que é grande fã de cozinhados. À terça, tenho o post "Cantinho da Semana" onde dou a conhecer um pouco um blogue e o seu autor. À 4ª tenho a "Opiniões tertulianas" onde os visitantes podem ler a opinião literária de uma das nossas seguidoras. À quinta-feira tenho agora recentemente a rubrica "Caminhos de Portugal" onde dou a conhecer alguns pontos turísticos do nosso país. Á sexta publico sempre um poema, meu ou não, na rubrica "Rimas e Poesia". Ao Sábado dou a conhecer aos nossos visitantes uma personalidade da qual falo um pouco. Ao Domingo tenho a rubrica "À Lareira Com", que os seguidores gostam muito, e que consiste em entrevistas com autores portugueses, que nos falam um pouco sobre o seu gosto pela escrita e sobre os seus livros.
Para além das rubricas os visitantes podem-me encontrar algumas divulgações de novidades a ser publicadas, geralmente aquelas que mais me dizem alguma coisa, eventos, passatempos e, por vezes, um ou outro desabafo meu sobre qualquer assunto quotidiano:)

QUE BALANÇO FAZES DESDE QUE CRIASTE ESTE ESPAÇO ATÉ HOJE?
Tem sido um balanço super positivo, felizmente. O blogue tem crescido de dia para dia, tanto em seguidores e comentários, como da minha parte com novas rubricas e novas ideias. É um espaço que considero muito meu e que me dá um prazer enorme ter, pelo que o balanço não podia ser mais positivo.

QUAIS AS MAIORES DIFICULDADES QUE ENCONTRASTE ENQUANTO BLOGGER?
Sinceramente, não tenho sentido grandes dificuldades. As maiores partem de mim enquanto estudante por ter, por vezes, pouco tempo para atualizar o blogue ou responder aos emails. No resto não sinto grandes dificuldades, por vezes é complicado entrar em contacto com autores para as entrevistas, mas as editoras têm ajudado sempre. Talvez seja esse o ponto mais difícil até agora.

QUAL A MAIOR ALEGRIA QUE O TEU BLOGUE TE DEU?
A maior alegria que o blogue me dá são as amizades que se desenvolvem devido á partilha de um gosto em comum: os livros. É tão bom a troca de comentários e as conversas que se desenrolam, e depois algumas amizades que se formam.



INTERVIEW WITH MARGARIDA

HI! WHEN WAS YOUR BLOG BORN?
My blog was born on February 1st this year (2012), so it is fairly recent.

WHAT REASONS LED YOU TO CREATE IT?
I was following many blogs like this for a few months, maybe a year, such as “Refúgio dos Livros” and “O Tempo Entre Os Meus Livros”. I really enjoy reading, since childhood, and I thought it would be interesting to share - with anyone interested - my readings and my opinions; and so I created the blog. As I also like to write, I ended up creating some "areas" that are not only about literature, but because I love writing about my other personal tastes :)

WHAT CAN VISITORS FIND IN YOUR BLOG?
Well, I try to post every day, which means I have some weekly items. So on Mondays I let you "enjoy" a recipe, in partnership with a colleague who is a big fan of cooking. At Tuesday, I have the post “Cantinho da Semana" where I present a blog and its author. Wednesday I have Opiniões tertulianas", where visitors can read the literary opinion of one of my followers. At Thursday I have now recently added the feature "Caminhos de Portugal", where I present some tourist spots of our country. Friday I always post a poem - mine or not - under the heading "Rimas e Poesia". On Saturdays I make known to my visitors a personality of which I speak a little. On Sunday I'm heading the area "À Lareira Com", which the followers are very fond of. It consists of interviews with Portuguese writers, who tell us a little about their love of writing and their books.
In addition to the items, visitors can find some new releases to be published, generally those that tell me something more, events, giveaways, and sometimes one or another rant about anything of my everyday :)

HOW DID THINGS GO SINCE YOU CREATED THIS SPACE UNTIL TODAY?
It's been a super positive, fortunately. The blog has grown day by day, both in followers and comments, but also with new items created by me and new ideas. It is a space I consider much mine and it gives me great pleasure to have it, so the balance could not be more positive.

WHAT WERE THE BIGGEST DIFFICULTIES YOU FOUND AS A BLOGGER?
I honestly haven’t felt great difficulties. The biggest ones are due to the fact that I’m a student, so sometimes I have little time to update the blog or respond to emails. As for the rest, I don’t feel many difficulties; sometimes it is difficult to contact the authors for interviews, but publishers have always helped. Perhaps this is the most difficult point so far.

WHAT’S THE GREATEST JOY YOUR BLOG HAS GIVEN YOU?
The greatest joy that the blog gives me is the friendships that I develop due to sharing a taste in common: books. It's so good to exchange of comments, and conversations that take place, and then some friendships are formed.

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Convite


Olá!

Sei que este convite nada tem a ver com livros, mas - e uma vez que sou também administradora do blogue do União Futebol Clube - não posso deixar de o fazer.
Se alguém passar por Alcácer do Sal este sábado, venha à festa do UFC dos bairros Olival Queimado e S. João! Às 16h realiza-se o jogo de apresentação do plantel do União para a época futebolística 2012-2013 contra a formação da Jardia, e à noite (21h30) há animação musical com Gonçalo e Vidigal e demonstração de Zumba com a ZIN Vera Letras ;-)




quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Resultado passatempo


Boa-tarde!

O passatempo "Soberba Escuridão" chegou ontem ao fim. Contou com 37 participações e todas as respostas dadas estavam corretas. Só para quem gostaria de confirmar as mesmas, aqui ficam as respostas:

1) O nome da autora deste livro é Andreia Ferreira.
2) Este volume faz parte da Trilogia Soberba.
3) A personagem principal feminina chama-se Carla.

Segundo o sorteio feito através do Random.Org, a entrada vencedora é a 36ª, que pertence a Carla Inácio, de Lagoa. Parabéns, Carla! O livro segue por correio amanhã.

Uma dica: fiquem atentos que a partir de 15 de outubro haverá novo passatempo ;-)




quarta-feira, 26 de setembro de 2012

3Capas| 3Covers


As sugestões das três capas desta semana ficaram a cargo da administradora do blogue Ler Por Gosto Não Cansa. O que acham? E vocês, que capas de livros elegeriam como as vossas três favoritas? Façam-me chegar um e-mail com as mesmas a rutecanhoto1@gmail.com. A vossa opinião é importante!


The suggestions of three covers this week were the responsibility of the administrator of the blog Ler Por Gosto Não Cansa. What do you think? And you, what book covers would you elect as your favorites three? Send me an email with them to rutecanhoto1@gmail.com. Your opinion is important!





terça-feira, 25 de setembro de 2012

Bewitching Blog Tours: “The Beckoning”, Chris Savio



Género| Genre: Paranormal YA Romance
ISBN: 9781478301936
Nº páginas| Number of pages: 273
Nº Palavras| Word Count: 83,000
Designer da Capa| Cover Artist: Char Andlesperger
LinkAmazon 

Sinopse
Forçada a deixar os poucos amigos e a única vida que conheceu, a sagaz Marissa, de 15 anos de idade, chega a Briar Creek, uma remota plantação na Virgínia, solitária e infeliz. Imediatamente após a chegada, ela descobre que os seus pais estão sob o poder do demónio que ali mora há mais de um século e a sua própria vida está por um fio. Com sua vida em perigo, Marissa faz várias descobertas que iriam virar a vida de qualquer adolescente de cabeça para baixo. Ela também descobre o diário de um rapaz morto há muito e que costumava ocupar o quarto dela. Lendo sobre a sua vida, Marissa começa a apaixonar-se e fantasia sobre o aparentemente impossível: encontrá-lo. O seu sonho impossível milagrosamente torna-se realidade quando Zachary se materializa para a salvar e ensinar-lhe a dominar os poderes que ela nunca soube que possuía. Aliada ao seu primeiro amor, e mais poderoso do que qualquer adolescente sempre sonhou, Marissa ganha confiança e acredita que ela pode fazer qualquer coisa. Poderá este duo improvável salvar a família de Marissa e o mundo do demónio antes que seja tarde demais?

Blurb
Forced to leave the few friends she’s ever had and the only life she’s ever known, snarky fifteen-year-old Marissa arrives at Briar Creek, a remote Virginia plantation house, lonely and unhappy. Immediately upon arrival, she learns that her parents have come under the power of the demon that has dwelled there for over a century and that her very life hangs by a thread. With her life in peril, Marissa makes several discoveries that would turn any teenager’s life upside down. She also finds the journal of the long dead boy who used to occupy her room. Reading about his life, Marissa begins to fall in love and fantasizes about the seemingly impossible, meeting him. Her impossible dream miraculously comes true when Zachary materializes to save her life and teach her of the powers she never knew she possessed. Allied with her first love, and more powerful than any teenage girl ever dreamed, Marissa gains confidence and believes she can do anything. Together, can this improbable duo save Marissa’s family and the world from the demon before it’s too late?




Opinião
Concluí a leitura deste livro a 13 de setembro de 2012. Dou-lhe três estrelas.
Achei a ideia engraçada e interessante, embora não classificasse a história como um romance, pois tem muito pouco disso. Aliás, a maior crítica que faço à narrativa é o facto do romance entre Marissa e Zachary não me convencer de todo. O interesse dela pelo fantasma surge de forma demasiado fria e forçada. Então ela lê um parágrafo ou dois do suposto diário do rapaz e apaixona-se logo? Não fiquei convencida… falta ali qualquer coisa que desperte a “faísca” da paixão.
Por outro lado, gostei da Marissa e da ironia que a acompanhava. Embora ela própria se considerasse tímida, não desistia facilmente e era difícil de assustar.
Em relação à narrativa em si, achei que o ritmo por vezes era lento, mas também que mais podia acontecer num sítio tão isolado? Talvez a solução fosse criar uma maior interação entre as personagens ou introduzir outras.

Review
I finished reading this book on September 13, 2012. I rate it three stars.
I found the idea funny and interesting, though I wouldn’t classify the story as a romance, since it has very little of that. Indeed, the biggest criticism I make is that the romance between Marissa and Zachary did not convince me at all. Her interest by the ghost appears in a cold and too forced way. So she reads a paragraph or two of the supposed journal of the boy and falls in love with him right away? I was not convinced ... there’s something missing that starts the "spark" of passion.
Anyway, I liked Marissa and the irony that accompanies her. Although she considered herself shy, she doesn’t give up easily and is hard to scare.
Regarding the story itself, I thought the pace was slow at times, but what else could happen in a place so isolated? Perhaps the solution would be to create more interaction between the characters or introduce others.




Biografia do Autor:
Moro no norte de Nova Jersey. De dia sou professor e um homem de família. À noite, a necessidade de escrever deixa-me a pé até às primeiras horas da manhã. Enquanto crescia, o meu amor por história e horror, incluindo Stephen King, moldou a minha leitura e interesses de escrita e estilo. O meu livro de estreia “The Beckoning” é um romance paranormal para jovens adultos, imerso num cenário histórico. Além da sequela, tenho dois outros romances YA na fila para publicação. "

Author Bio: 
“I reside in Northern New Jersey.  By day I’m a teacher and family man. At night, the need to write drives me deep into the early hours of the morning. Growing up, my love of history and horror, including Stephen King, greatly shaped my reading and writing interests and style. My debut novel, The Beckoning, is a YA paranormal romance immersed in a historical setting.  In additional to the sequel, I have two other YA novels in the publication queue.”

Links:
@scaryreads

Guest Post by Christopher Savio


«Being a teacher puts me in a unique position as a YA writer. Teaching allows me, as a writer, to get into the minds of the American teenager.  Because of this, I know how they think and I know their fears.  I am also able to keep a finger on the pulse of what makes them happy.  I know their dreams and I feel that I know what most teenagers really want.  Because of my profession, when my students ask me, “Mr. Savio, where do you get your ideas?” I can safely say “I get them from you.”  The stories that I tell are not simply the stories of vampires or demons or ghosts.  Those characters are simply vehicles to tell stories of young people growing strong.  My characters find out who they are and experience the sometimes scary path of first loves, insecurity, and acceptance. My stories show young people that although the path of life can be scary at times and that no matter how hard growing up can be, it can be done and it is possible to overcome anything.  That is exactly what The Beckoning is all about.
When my main character, Marissa, in The Beckoning is forced to move from her friends and home in New Jersey and go to an isolated old antebellum mansion in Virginia, she finds that she is not alone.  At the depths of her sorrow, she finds hope and discovers that she can overcome anything an evil demon can throw her way.  When she is challenged by more evil than anyone should ever have to overcome, she stands tall, grows strong and rises above it.  When Marissa faces her own shyness and falls in love with the ghost who comes back to help, she not only overcomes her own fears, conquers her own shyness, but she also proves that she can withstand anything without the help of anyone or anything.  These are the true themes within The Beckoning, despite its paranormal nature.  If you give the book a try, I know that you will not be disappointed.»


«Ser um professor coloca-me numa posição única enquanto um escritor de YA (Young Adult – Jovens Adultos). Ensinar permite-me, enquanto um escritor, entrar na mente do adolescente americano. Devido a isso sei como eles pensam e sei os seus medos. Também sou capaz de manter ao corrente do que os torna felizes. Sei quais os seus sonhos e sinto que eu sei o que a maioria dos adolescentes realmente quer. Por causa da minha profissão, quando meus alunos me perguntam "Sr. Savio, onde vai buscar as suas ideias?", posso dizer com segurança "fui buscá-las a vocês”. As histórias que conto não são apenas histórias de vampiros, demónios ou fantasmas. Essas personagens são simplesmente veículos para contar histórias de jovens em forte crescimento. As minhas personagens descobrem quem elas são e experimentam o caminho, por vezes assustador, de primeiros amores, a insegurança e aceitação. As minhas histórias mostram aos jovens que embora por vezes o caminho da vida possa ser assustador, e não importa o quão difícil crescer pode ser, pode ser feito e é possível superar qualquer coisa. É exatamente sobre isso que “The Beckoning” trata.
Quando a minha personagem principal – Marissa - em “The Beckoning” é forçada a separar-se dos seus amigos e da casa em Nova Jersey para ir para uma velha mansão isolada na Virgínia, ela descobre que não está sozinha. Nas profundezas da sua tristeza encontra esperança e descobre que pode superar qualquer coisa que um demónio possa colocar no seu caminho. Quando ela é desafiada por mais Mal do que alguém deveria ter de superar, ela permanece acima, torna-se forte e supera-o. Quando Marissa enfrenta a sua própria timidez e se apaixona pelo fantasma que volta para a ajudar, ela não só ultrapassa os seus próprios medos e conquista a sua própria timidez, como também prova que pode suportar qualquer coisa sem a ajuda de alguém ou alguma coisa. Estes são os temas verdadeiros dentro de “The Beckoning”, apesar da sua natureza paranormal. Se derem ao livro uma oportunidade, sei que não vão ficar desapontados.» 

domingo, 23 de setembro de 2012

Livros&Blogues| Books&Blogs



Nome: Book Whales
Administradores: Koice, Dannielle, JP, Jamie




ENTREVISTA COM A DANNIELLE

OLÁ! QUANDO NASCEU O VOSSO BLOGUE?
Book Whales   arrancou a 08 de janeiro de 2012. Sim, ainda são novos no mundo dos blogues.

QUE RAZÕES VOS LEVARAM A CRIÁ-LO?
Foi Koice "ICE" que teve a ideia de criarmos um blog. Adoramos ler livros, colecionamo-los, porque não fazer um blogue? Foi apenas por diversão no início. Então começámos a receber pedidos; livros começaram a chegar. Decidimos incluir mais dois críticos. É também uma forma de falarmos com os colegas leitores.

O QUE PODEM OS VISITANTES ENCONTRAR NO BLOGUE?
Opinamos sobre livros para jovens adultos (YA) e Adultos. Podem encontrar opiniões, entrevistas, passatempos, revelações de capas e tours. Criamos um meme chamado "Livro do Mês", onde os blogueiros podem recomendar um livro ou apresentar o seu livro favorito. Também poderão encontrar citações, imagens interessantes e notícias de vez em quando.

QUE BALANÇO FAZEM DESDE QUE CRIARAM ESTE ESPAÇO ATÉ HOJE?
Houve alguns altos e baixos. É difícil projetar um nome lá fora, a publicidade é difícil. Nós simplesmente desistimos e colocamos as nossas opiniões religiosamente no Goodreads, Amazon e B&N. Começámos a ganhar amigos nessas contas e agora temos amigos sólidos a partir desses sites. Ainda são novos para o mundo dos blogues, 8 meses para ser exata. Ser novo não é mau; há alguns blogueiros mais velhos que são favoráveis ​​e amigáveis para os novos. No geral, as coisas estão melhor a comparar com os nossos primeiros três meses. Começámos a receber livros da HarperCollins e Penguin.

QUAIS AS MAIORES DIFICULDADES QUE ENCONTRARAM ENQUANTO BLOGGERS?
Mais uma vez, uma das maiores dificuldades é projetar um nome. Existem centenas de sites de livros e alguns bem-sucedidos e conhecidos. Em segundo lugar, receber livros. Vivemos a meio caminho na volta do mundo (Filipinas para ser exata), por isso receber livros físicos é difícil.

QUAL A MAIOR ALEGRIA QUE O VOSSO BLOGUE VOS DEU?
A maior alegria é ganhar amigos de todo o mundo. Conhecer colegas devoradores de livros e verificar os comentários adoráveis ​​que recebemos no blogue.



INTERVIEW WITH DANNIELLE

HI! WHEN WAS YOUR BLOG BORN?
Book Whales  started January 8, 2012.  Yes, we are still new to the blogging world. 

WHAT REASONS LED YOU TO CREATE IT?
It was Koice "ICE" idea to create a blog. We love reading books. We collect them so why not make a blog? It was just for fun at first. Then we started getting requests; books started pouring in. We decided to include 2 more reviewers.  And also, its a way for us to talk to fellow readers. 

WHAT CAN VISITORS FIND IN YOUR BLOG?
We review Young Adult and Adult books. You can see reviews, interviews, giveaways, cover reveals and tour stops. We created a meme called "Book of the Month", where bloggers can post their recommended book or favorite book. You can also find us post quotes, interesting pictures and news from time to time. 

HOW DID THINGS GO SINCE YOU CREATED THIS SPACE UNTIL TODAY?
There was some ups and downs. It's hard to put a name out there; advertising is hard. We just simply gave up and post our reviews religiously on Goodreads, Amazon and B&N. We started gaining friends from those accounts. Now, we have solid friends from those sites. We are still new to the blogging world, 8 months to be exact. Being new is not bad, there are some older bloggers who are supportive and friendly to the new ones. Overall, things are better compare to our first three months. We started getting books from HarperCollins and Penguin. 

WHAT WERE THE BIGGEST DIFFICULTIES YOU FOUND AS A BLOGGER?
Again, one of the biggest difficulties is putting a name out there. There are hundreds of Book sites and some are already successful and known. Second is getting books. We live half-way around the world (Philippines to be exact), getting physical books is hard. 

WHAT’S THE GREATEST JOY YOUR BLOG HAS GIVEN YOU?
The greatest joy is gaining friends from around the world. To meet fellow book nerds and checking the lovely comments that we get from the blog.

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Crítica| Review: “A Tatuagem Negra”, Sam Enthoven

  
SINOPSE
Jack nem sonha no que se meteu. Num instante, ele e o seu melhor amigo, Charlie, estavam em Chinatown, comendo um pato estaladiço com o pai de Charlie, e, de repente, encontram-se num misterioso quarto, sobre um teatro, com alguns dos mais estranhos personagens que alguma vez haviam encontrado.
E preparavam-se para fazer o Teste…
O Teste transformou Charlie - deixando-o com as marcas características da Tatuagem Negra. O encontro dos rapazes com Esme - uma jovem que domina as mais impressionantes técnicas de artes-marciais desde Bruce Lee -, com o seu enorme e cabeludo pai, Raymond, e com o misterioso Nick, parecem ter transportado Charlie e Jack para um mundo de cuja existência nunca poderiam suspeitar.
E tudo tornar-se-ia ainda mais estranho...

BLURB
Jack’s best mate, Charlie, has always been effortlessly cool. When Charlie wakes up one day and finds a mysterious, moving black tattoo on his back, it’s a clear sign that he’s even cooler than Jack thought. To top it off, Charlie has got super powers also.
Or does he?
Jack soon learns the terrifying truth: Charlie’s incredible powers come from an age-old demon called the Scourge, who is using Charlie to bring about its evil master plan.
When the Scourge vanishes with Charlie, Jack and Esme, a girl with super powers of her own, follow their friend from the streets of London into Hell itself, where they face horrors that may well cost them their lives.




CRÍTICA
Terminei a leitura deste livro a 21 de agosto de 2012. Dou-lhe três estrelas.
Comprei este livro numa promoção, principalmente porque li a sinopse e julguei que talvez me ajudasse na escrita de uma parte em concreto do meu livro, a qual ainda não quero revelar. No entanto, a história acabou por ser muito diferente do que esperava.
A ideia é engraçada, contudo não é o meu género preferido. Lê-se bem e tem muita ação, mas para quem gosta de um bocadinho romance, é melhor esquecê-lo, porque aqui não há nenhum.
Achei que as coisas às vezes se precipitavam, como se o autor estivesse com pressa de passar à cena seguinte. Alguns diálogos também eram confusos, sem se perceber bem quem estava a falar; só não sei se isto se verifica na versão original ou se é algo relacionado com a tradução.
Por fim, achei que a história era contada de uma forma muito fria. Tudo bem, não há romance, mas não me consegui relacionar com a narrativa que se apresentou como um texto distante. Falta qualquer coisa que faça o leitor sentir empatia.

REVIEW
I finished reading this book on August 21, 2012. I rate it three stars.
I bought this book in a promotion, mainly because I read the synopsis and I thought it might help me in writing a part of my book that I don’t want to reveal yet. However, the story turned out to be much different than expected.
The idea is funny, but it's not my favorite genre. It’s easy to read and it has plenty of action, but for those who enjoy a little romance, you better forget it, because there is none here.
I thought things sometimes rushed, as if the author were in a hurry to move on to the next scene. Some dialogues were also confused, being hard to tell exactly who was talking; I just don’t know if this also happens in the original version or if it is something related to the translation.
Finally, I thought the story was told in a very cold way. Okay, no romance, but I could not relate to the narrative that was just a distant text. It lacks something that will make the reader feel empathy.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

3Capas| 3Covers


As sugestões das três capas desta semana ficaram a cargo de Diana Matias. O que acham? E vocês, que capas de livros elegeriam como as vossas três favoritas? Façam-me chegar um e-mail com as mesmas a rutecanhoto1@gmail.com. A vossa opinião é importante!


The suggestions of three covers this week were the responsibility of Diana Matias. What do you think? And you, what book covers would you elect as your favorites three? Send me an email with them to rutecanhoto1@gmail.com. Your opinion is important!




segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Opinião| Review: “The Lost Soul – The Raven Saga #3”, Suzy Turner


SINOPSE
Dezembro e Lilly têm tarefa destinada. Não só estão a tentar desesperadamente descobrir a identidade da alma perdida e encontrá-la, como também têm de investigar porque a mais recente residente de Powell River tem todos os homens a cair aos seus pés. Mas quando descobrem que os Nephilins podem estar envolvidos, torna-se claro que todos estão em extremo perigo...

BLURB
December and Lilly have got their work cut out for them. Not only are they desperately trying to figure out the identity of the Lost Soul, and track him down, they've also got to investigate why Powell River's newest resident has got all of their men falling at her feet. But when they learn that the Nephilim might be involved, it becomes clear that they're all in extreme danger...




OPINIÃO
Acabei de ler “The Lost Soul” no dia 30 de agosto de 2012. Dou-lhe três estrelas.
Não me vou alongar nesta opinião, pois não há muito a dizer. Basicamente este foi um livro onde as pontas soltas foram atadas, tais como o regresso do pai de Lilly, a travessia do fantasma de Ruby agora com Monty, Sammy junta-se à fada que regressa ao seu mundo… A única novidade consistiu em Calliope, que acabou por se tornar “boa” no final.
Além de ser um bocado previsível, tudo acabou sempre em bem, talvez pelo público-alvo a que a história se dirige. Como é uma narrativa para leitores mais jovens, talvez tenha sido por isso que demorei mais a chegar ao fim da leitura, por me parecer demasiado jovial e conveniente.

REVIEW
I finished reading "The Lost Soul" on August 30, 2012. I rate it three stars.
I will not lengthen this opinion, because there isn’t much to say. Basically this was a book where the loose ends were tied, such as the return of the father of Lilly, the crossing of Ruby’s ghost now with Monty, Sammy joins the fairy who returns to her world... The only novelty was Calliope, who eventually became "good" at the end.
Besides being a bit predictable, it always ended well, maybe because of the readers that the story is meant to. As it is a tale for younger readers, perhaps that’s why it took me longer to get to the end of the reading; it seemed too breezy and convenient to me.

domingo, 16 de setembro de 2012

Livros&Blogues| Books&Blogs



Nome: A Magia dos Livros
Administradora: Rita



ENTREVISTA A RITA

OLÁ! QUANDO NASCEU O TEU BLOGUE?
Olá Rute! Antes de mais o meu obrigado por me teres contactado e desafiado a responder a estas questões. O Magia nasceu no dia 28 de Fevereiro de 2011, depois de alguma hesitação da minha parte porque a verdade é que nunca me imaginei à frente de um "projeto" deste género e tinha medo de não estar apta para este desafio.

QUE RAZÕES TE LEVARAM A CRIÁ-LO?
Como referi anteriormente, criar um blogue não estava nos meus planos, até porque pensava que não tinha muito jeito para escrever e não me sentia a pessoa mais competente para elaborar estas opiniões. Depois de um amigo me ter sugerido que o poderia fazer e que as minhas inseguranças não teriam fundamento, decidi experimentar. O princípio foi um pouco difícil, o receio de errar, o não saber o que esperar da blogosfera. Contudo, não me arrependo de forma alguma de ter embrenhado neste mundo, pois fui recebida de braços abertos e hoje faz parte da minha rotina, visitar blogues de outras pessoas e atualizar o meu próprio blogue.

O QUE PODEM OS VISITANTES ENCONTRAR NO BLOGUE?
O Magia é essencialmente um blogue literário. Onde exponho as minhas opiniões sobre os livros que vou lendo, as adaptações cinematográficas que vou vendo, as frases que mais me dizem, as aquisições que faço em cada mês...

QUE BALANÇO FAZES DESDE QUE CRIASTE ESTE ESPAÇO ATÉ HOJE?
Um balanço bastante positivo, sem dúvida. Não sabia o que esperar quando criei o blogue e ter sido recebida e acarinhada como fui, deixa-me muito contente. Sentir que as pessoas gostam de visitar o meu espaço, que gosto de sentir que é de todos, deixa-me também muito feliz. A troca de ideias é fantástica, o poder saber o que as pessoas sentiram com determinado livro ou que a minha opinião lhes suscitou interesse, é bastante gratificante. Se me dissessem quando criei o blogue que teria tantos seguidores, não acreditaria, portanto estou bastante feliz com o progresso do Magia.

QUAIS AS MAIORES DIFICULDADES QUE ENCONTRASTE ENQUANTO BLOGGER?
Penso que a maior dificuldade terá sido contornar a minha insegurança e ganhar confiança para expor as minhas opiniões. De resto, como referi, as pessoas sempre foram excelentes comigo e tive várias pessoas que me ajudaram, especialmente no início.

QUAL A MAIOR ALEGRIA QUE O TEU BLOGUE TE DEU?
A maior alegria é mesmo sentir que as pessoas gostam de visitar o blogue, que as minhas opiniões suscitam interesse nelas e que consigo incutir vontade de ler determinadas obras, especialmente as que mais me dizem. Sentir o carinho dos seguidores, a troca de ideias,  o conhecer novas pessoas e novas perspetivas são, sem margem para dúvida, os aspetos que mais gosto da blogosfera. :D




INTERVIEW WITH RITA

HI! WHEN WAS YOUR BLOG BORN?
Hello, RuTE! First of all, my thanks for having contacted and challenged me to answer these questions. The Magia was born on February 28, 2011, after some hesitation on my part, because the truth is that I never imagined myself ahead of a "project" of this kind and I was afraid of not being able to meet this challenge.

WHAT REASONS LED YOU TO CREATE IT?
As I mentioned earlier, creating a blog wasn’t in my plans, even because I thought I wasn’t that much good at writing and I didn’t feel the most competent person for drawing up these opinions. After a friend of mine have suggested that I could do it and that my insecurities were mistaken, I decided to give it a try. The beginning was a little difficult; the fear of making mistakes, not knowing what to expect from the blogosphere. However, I don’t regret at all having entangled in this world, because I was welcomed with open arms, and is now part of my routine visiting other people's blogs and to update my own blog.

WHAT CAN VISITORS FIND IN YOUR BLOG?
The Magia is essentially a literary blog. It is where I put my reviews on books I read, the film adaptations that I watch, the sentences that tell me more, the purchases I do each month...

HOW DID THINGS GO SINCE YOU CREATED THIS SPACE UNTIL TODAY?
Positive balance, no doubt. I didn’t know what to expect when I created the blog, and I having been received and cherished as I was, makes me very happy. Feeling that people like to visit my space, that I like to feel that belongs to us all, let me also very happy. The exchange of ideas is fantastic, the power to know what people felt about that particular book, or that my opinion raised their interest is very rewarding. If you told me when I created the blog that it would have many followers, I wouldn’t believe, so I'm quite happy with the progress of Magia.

WHAT WERE THE BIGGEST DIFFICULTIES YOU FOUND AS A BLOGGER?
I think the biggest difficulty has been to overcome my insecurity and gain confidence to expose my views. Anyway, and as I mentioned, people have always been excellent with me and I had several people who helped me, especially in the beginning.

WHAT’S THE GREATEST JOY YOUR BLOG HAS GIVEN YOU?
The greatest joy really is feeling that people like to visit the blog, that my opinions gathered interest in them and that I can instill desire to read certain works, especially the ones that tell me more. To feel the warmth of the followers, to exchange ideas, meet new people and new perspectives are, beyond doubt, the aspects I like most of the blogosphere :D